O que fazer com a mordida de cachorro (ou gato) - Saude e Vida
Site Overlay

O que fazer com a mordida de cachorro (ou gato)

Os primeiros socorros em caso de mordida de cachorro ou gato são importantes para evitar o desenvolvimento de infecções no local, pois a boca destes animais normalmente contém um elevado número de bactérias e outros microrganismos que podem causar infecções e até doenças graves, como a raiva, que afeta o sistema nervoso.

Assim, se for mordido por um cachorro ou gato deve:Parar o sangramento, utilizando uma compressa ou pano limpo e fazendo ligeira pressão sobre o local durante alguns minutos;Lavar imediatamente o local da mordida com água e sabão, mesmo que a ferida não tenha sangrando, pois remove bactérias e vírus que podem causar doenças graves;Ir ao hospital levando o boletim de vacinas, pois pode ser necessário repetir a vacina contra o tétano.

Assista a estes passos no vídeo seguinte:

Além disso, se o animal for doméstico é importante que seja avaliado por um veterinário para saber se está infectado com raiva. Se esse for o caso, a pessoa que sofreu a mordida deve informar o clínico geral para tomar a vacina contra esta doença ou fazer o tratamento com antibióticos, se necessário.Doenças causadas pela mordida

Tanto o cachorro quanto o gato possuem naturalmente diversos microrganismos na boca, de forma que após uma mordida é possível que esses agentes infecciosos sejam transmitidos para a pessoa, podendo resultar em infecção. As principais doenças que podem ser transmitidas através da mordida do cachorro ou do gato são:Raiva, ou hidrofobia, que é uma doença transmitida por um vírus que pode estar presente na saliva do cachorro, principalmente, ou do gato, e que pode atingir o sistema nervoso;Infecção por Capnocytophaga canimorsus, que é uma bactéria que pode ser encontrada na saliva do cachorro e causar febre, vômitos, diarreia, dor nas articulações e aparecimento de lesões em torno da mordida;Esporotricose, que é uma doença causada por um fungo que, apesar de ser mais facilmente encontrado no solo e em plantas, pode também ser transmitido através da mordida ou arranhadura de um gato infectado.

É importante que após a mordida do gato ou de um cachorro, a pessoa realize a higienização do local e siga as orientações do médico, pois assim é possível evitar o aparecimendo de sintomas e o desenvolvimento da doença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um + 15 =